Lei n.º 9.265/96 - Gratuidade dos atos necessários ao exercício da cidadania
ACESSE GRATUITAMENTE + DE 290.000 QUESTÕES DE CONCURSOS!
Brasão da República

Lei n.º 9.265, de 4 de fevereiro de 1996
Regulamenta o inciso LXXVII do art. 5.º da Constituição Federal

Regulamenta o inciso LXXVII do art. 5.º da Constituição, dispondo sobre a gratuidade dos atos necessários ao exercício da cidadania.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1.º São gratuitos os atos necessários ao exercício da cidadania, assim considerados:

I - os que capacitam o cidadão ao exercício da soberania popular, a que se reporta o art. 14 da Constituição;

II - aqueles referentes ao alistamento militar;

III - os pedidos de informações ao poder público, em todos os seus âmbitos, objetivando a instrução de defesa ou a denúncia de irregularidades administrativas na órbita pública;

IV - as ações de impugnação de mandato eletivo por abuso do poder econômico, corrupção ou fraude;

V - quaisquer requerimentos ou petições que visem as garantias individuais e a defesa do interesse público.

VI - O registro civil de nascimento e o assento de óbito, bem como a primeira certidão respectiva.

Art. 2.º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 3.º Revogam-se as disposições em contrário.

Art. 4.º Vetado.

Brasília, 12 de fevereiro de 1996; 175.º da Independência e 108.º da República.

Fernando Henrique Cardoso

Este texto não substitui o publicado no D.O.U. de 13.2.1996


⇑ TOPO

Copyright © Tecnolegis - 2010 - 2017 - Todos os direitos reservados.