ACESSE + DE 175.000 QUESTÕES DE CONCURSOS E SAIA NA FRENTE EM BUSCA DO SEU TÃO MERECIDO CARGO PÚBLICO. SAIBA COMO!

Informações da Prova Questões por Disciplina Downloads Prefeitura Municipal - Porto Velho - RO - Técnico de Laboratório - CONSULPLAN - 2012 - Prova Objetiva

Ciência explica o que está por trás das nossas falhas

Em ciência cognitiva, “errando é que se aprende” não é apenas um dito popular. “Os processos que nos levam a aprender e os que nos levam a cometer erros derivam do mesmo recurso mental”, afirma a psicóloga cognitiva Lilian Milnitsky Stein, professora da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e pós-doutoranda na Universidade de Barcelona, na Espanha. Um dos motivos para isso acontecer é que na base do nosso conhecimento está a indução, tipo de aprendizado a partir da repetição de padrões já armazenados em nosso cérebro. Se uma criança vê meia dúzia de vezes um interruptor ser apertado e a luz se acender em seguida, ela gravará em sua mente que aquele tipo de botão serve para acionar a lâmpada, mesmo quando avistar um interruptor diferente do que está acostumada a usar. É uma conclusão precipitada, mas que funciona na maior parte das vezes e agiliza o aprendizado (caso contrário, a cada vez que visse um interruptor novo ela o testaria diversas vezes até entender sua função). O palpite baseado em experiências prévias dispensa essa perda de tempo.

(<http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,ERT220752-17773,00.html> 18/11/2011)

1 -

Com relação ao texto, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) Em “a cada vez que visse um interruptor novo ela”, o pronome sublinhado retoma a expressão “criança”.
( ) Em “os que” no trecho “os que nos levam a cometer erros” está implícita a palavra “processos”.
( ) O trecho “até entender sua função” seria corretamente substituído por “até entender a função dele”.
( ) O pronome “o” em “ela o testaria diversas vezes” substitui o termo “aprendizado”.

A sequência está correta em

a)

F, V, V, F

b)

V, V, V, F

c)

F, F, F, V

d)

V, F, V, V

e)

V, V, F, F

2 -

A expressão que exerce função sintática diferente das demais se encontra na seguinte alternativa

a)

“serve para acionar a lâmpada”.

b)

“dispensa essa perda de tempo”.

c)

“mesmo quando avistar um interruptor diferente”.

d)

“na maior parte das vezes e agiliza o aprendizado”.

e)

“é que na base do nosso conhecimento está a indução”.

3 -

Assinale a alternativa correta.

a)

“Contrário” e “prévias” são acentuadas por serem paroxítonas terminadas em ditongo.

b)

Em “interruptor” e “testaria” temos, respectivamente, encontro consonantal e hiato.

c)

Em “erros derivam do mesmo recurso mental” as palavras grifadas são paroxítonas.

d)

Nas palavras “seguida”, “aquele” e “quando” as partes destacadas são dígrafos.

e)

A divisão silábica está correta em “co-gni-ti-va”, “p-si-có-lo-ga” e “a-ci-o-na”.

4 -

“E agiliza o aprendizado.” Assim, como a palavra destacada, são escritas com “z” todas as palavras da seguinte alternativa

a)

reali___ar / pesqui___ar / fiscali___ar

b)

avi___ar / enrai___ar / legali___ar

c)

arbori___ar / anali___ar / suavi___ar

d)

generali___ar / utili___ar / u___ar

e)

hospitali___ar / civili___ar / humani___ar

IDH

Embora o Brasil tenha aumentado ligeiramente seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) neste ano e subido uma posição no ranking global do indicador, o país mostrou resultados piores quando considerada a desigualdade social e a de gênero, segundo o Relatório de Desenvolvimento de 2011 do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento). Em 2011, o IDH brasileiro chegou a 0,718 ponto, valor 0,003 ponto superior ao de 2010. O desempenho fez o país ultrapassar a nação caribenha de São Vicente e Granadinas e alcançar a 84ª posição entre 187 países.

Com isso, o Brasil permaneceu no grupo de países com IDH elevado, uma categoria abaixo das nações com IDH muito elevado e acima das nações com IDH médio ou baixo.

O IDH, que varia entre zero e um (quanto mais próximo de um, maior o nível de desenvolvimento humano), leva em conta as realizações médias de um país em três dimensões: a possibilidade de usufruir uma vida longa e saudável, o acesso ao conhecimento e um padrão de vida digno.

(<http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/11/111102_brasil_idh_jf.shtml/18/11/2011)

5 -

A correção gramatical e a coerência do texto serão preservadas caso ocorra a

(Questão anulada)
a)

substituição de “aumentado ligeiramente” (1.º §) por aumentado rapidamente.

b)

inserção do sinal indicativo de crase no “a” em “a de gênero”. (1.º §)

c)

eliminação da vírgula em “O IDH, que varia entre zero e um”. (4.º §)

d)

substituição de “embora” em “Embora o Brasil tenha aumentado” (1.º §) por “Ainda que”.

e)

substituição de “usufruir” em “usufruir uma vida longa e saudável” (4.º §) por desfrutar de.

6 -

A conjunção “embora” (1.º §) indica ideia de

a)

finalidade.

b)

explicação.

c)

comparação.

d)

consequência.

e)

concessão.

7 -

No trecho “o acesso ao conhecimento” (4.º §), considerando apenas a regência verbal e o uso da crase, a expressão sublinhada seria corretamente substituída por

a)

à vários conhecimentos.

b)

à partir do sexto ano de vida.

c)

à sua história de vida.

d)

à qualquer conhecimento.

e)

à alguns conhecimentos.

O Globo

RIO: O desenvolvimento humano no Brasil cresceu no último ano, mas em ritmo mais lento que até então, segundo o Relatório de Desenvolvimento Humano de 2011, publicado nesta quarta-feira pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O Brasil subiu uma posição no ranking global, passando da posição número 85 para o 84.º lugar. O indicador passou de 0,715 para 0,718, uma alta de 0,41%, mantendo-se no grupo de desenvolvimento elevado – quanto mais perto de 1, mais desenvolvimento humano tem o país. No ano passado, o Brasil havia avançado quatro posições, pulando do 77.º para o 73.º lugar. Os números mudaram porque houve algumas alterações nos critérios e mais 18 países foram incluídos no levantamento, agora com 187 nações.

(O Globo, 2 de novembro de 2011)

8 -

Um dos termos grifados no texto está INCORRETAMENTE classificado em

a)

humano – adjetivo

b)

segundo – conjunção

c)

84.º – numeral ordinal

d)

alta – adjetivo

e)

nações – substantivo

9 -

Observe a imagem a seguir.


(http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/11/brasil-ocupa-84-posicao-entre-187-paises-no-idh-2011.html, 18/11/ 2011)

Com relação às informações, é INCORRETO afirmar que

a)

dos dez países mais bem classificados da América Latina, o Uruguai ocupa a quarta posição.

b)

o índice alcançado pelo Brasil em 2011 não revela progresso com relação ao alcançado no ano anterior.

c)

o índice de desenvolvimento humano do Brasil em 2011 ficou em 0,718, em 1980 era inferior a 0,6.

d)

o Brasil ocupa em 2011 a 84.ª posição entre 187 países e é o 20.º colocado entre os países da América Latina.

e)

a expectativa de vida do brasileiro apontada pelo IDH-2011 supera os 73 anos de idade.

10 -

Observe a imagem a seguir.


(Revista ISTOÉ, de 27 de julho de 2011, p. 85 / com adaptações)

Com relação à publicidade analise.

I.  A palavra “frutos” foi empregada em seu sentido próprio.

II. O pronome “ela” substitui a expressão educação ambiental.

III. É correto substituir o termo “onde” pelo termo “aonde”.

Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s)

a)

I

b)

I, II

c)

II

d)

III

e)

I, III

« anterior 1 2 3 4 5 próxima »

Marcadores

Marcador Verde Favorita
Marcador Azul Dúvida
Marcador Amarelo Acompanhar
Marcador Vermelho Polêmica
Marcador Laranja  Adicionar

Meus Marcadores

Fechar
⇑ TOPO
Salvar Texto Selecionado

CONECTE-SE

Facebook
Twitter
E-mail

Copyright © Tecnolegis - 2010 - 2014 - Todos os direitos reservados.