ACESSE GRATUITAMENTE + DE 450.000 QUESTÕES DE CONCURSOS!

Informações da Prova Questões por Disciplina Downloads Prefeitura Municipal - Boa Vista - RR - Analista Municipal - Procurador Municipal - CESPE - UnB - 2010 - Prova Objetiva P1 e P2

Crises e Oportunidades em Tempos de Mudança

1      A desigualdade e a sustentabilidade estão diretamente

        ligadas aos desequilíbrios na inclusão das pessoas nos

        processos produtivos. A mão de obra, a nossa imensa

4      capacidade ociosa de produção, mais parece um problema do

        que uma oportunidade. O fato essencial para nós é que o

        modelo atual subutiliza a metade das capacidades produtivas

7      do país. Evoluir para formas alternativas de organização

        torna-se simplesmente necessário.

        Assim, o drama da desigualdade não constitui apenas

10    um problema de distribuição mais justa da renda e da riqueza:

        envolve a inclusão produtiva digna da maioria da população

        desempregada, subempregada, ou encurralada nos diversos

13    tipos de atividades informais. Um PIB que cresce mas não

        inclui as populações não é sustentável.

        No âmbito global, esse é um problema que atinge

16    quase dois terços da população mundial a quem se trava o

        acesso ao financiamento, às tecnologias, ao direito de cada um

        ganhar o pão da sua família.

Ignacy Sachs, Carlos Lopes e Ladislau Dowbor. Crises e oportunidades em

tempos de mudança. Jan./2010. Internet: <http://dowbor.org> (com adaptações).

Julgue o(s) item(ns) a seguir, a respeito das estruturas linguísticas e da organização das ideias no texto:

1 -

O período sintático que inicia o segundo parágrafo, na linha 9, apresenta a ideia que resume a argumentação desenvolvida no texto

Certa.
Errada.
2 -

No trecho “da renda e da riqueza: envolve” (L.10-11) a função do sinal de dois-pontos corresponde à função de um conectivo explicativo; por isso, preservam-se a correção gramatical e a coerência textual ao se reescrever esse trecho do seguinte modo: da renda e da riqueza, pois envolve.

Certa.
Errada.
3 -

No desenvolvimento da argumentação, apesar de enfraquecer a ideia de oposição, a substituição de “mas” (L.13) por e mantém a coerência e a correção do texto.

Certa.
Errada.
4 -

O uso da preposição “a” antes do pronome “quem” (L.16) é exigência da relação entre o verbo travar e a expressão “dois terços da população mundial” (L.16); mas o uso da mesma preposição antes das palavras “financiamento”, “tecnologias” e “direito”, todas na linha 17, é exigência da palavra “acesso” (L.17).

Certa.
Errada.
5 -

A ocorrência da preposição em nos termos “na inclusão” (L.2) e “nos processos” (L.2-3) indica que esses dois termos complementam “desequilíbrios” (L.2)

Certa.
Errada.
6 -

A expressão “a nossa imensa capacidade ociosa de produção” (L.3-4) deve ser, necessariamente, demarcada por vírgulas porque sua função é a de explicar como deve ser compreendida, no desenvolvimento da argumentação, “A mão de obra” (L.3).

Certa.
Errada.

Liberdade Efetiva

1  Há duas maneiras de olhar para o desenvolvimento no

mundo contemporâneo. Uma, profundamente influenciada pelo

crescimento da economia e pelos valores que lhe estão

4  subjacentes, refere-se ao desenvolvimento essencialmente

como uma expansão rápida e sustentada do produto nacional

bruto per capita, talvez qualificada por uma exigência de que

7  os frutos dessa expansão alcancem todas as camadas da

comunidade. Uma segunda visão, que contrasta com a anterior,

vê o desenvolvimento como um processo que aumenta a

10  liberdade dos envolvidos para perseguir quaisquer objetivos

que valorizem. Em consonância com essa visão

do desenvolvimento, a expansão da capacidade humana

13  pode ser descrita como a característica central do

desenvolvimento. O conceito de “capacidade” de uma pessoa

pode ser encontrado em Aristóteles, para quem a vida de um

16  indivíduo pode ser vista como uma sequência de coisas que

ele faz e que constituem uma sucessão de funcionamentos.

A capacidade refere-se às combinações alternativas de

19  funcionamentos a partir das quais uma pessoa pode escolher.

Assim, a noção de capacidade é essencialmente um regime de

liberdade — o leque de opções que uma pessoa tem para

22  decidir que tipo de vida levar. A pobreza, nessa visão, não

reside apenas no estado de empobrecimento em que uma

pessoa pode realmente viver, mas também na falta de

25  oportunidade real — imposta por constrangimentos sociais,

bem como circunstâncias pessoais — para escolher outros tipos

de vida. 

Amartya Sem.  Desenvolvimento com opulência, ou com

liberdade efetiva. In: Planeta, maio/2010, p. 75 (com adaptações).

Acerca das estruturas linguísticas do texto acima, julgue o(s) item(ns):

 

7 -

O uso de terceira pessoa do singular em “aumenta” (L.9) tem a função textual e gramatical de associar esse verbo a “Uma segunda visão” (L.8).

Certa.
Errada.
8 -

A substituição de “quaisquer objetivos” (L.10) por qualquer objetivo manteria a coerência entre os argumentos e não prejudicaria a correção gramatical do texto.

Certa.
Errada.
9 -

O acento grave em “às combinações” (L.18) indica aí a presença do artigo feminino antes do substantivo; mas seria igualmente correto omitir o artigo, ao retirar o acento grave e escrever as combinações.

Certa.
Errada.
10 -

Preservam-se a coerência e a correção gramatical ao se substituir “tem” (L.21) por dispõe, com a vantagem de tornar o texto mais de acordo com o padrão culto da língua.

Certa.
Errada.

« anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 próxima »

Marcadores

Marcador Verde Favorita
Marcador Azul Dúvida
Marcador Amarelo Acompanhar
Marcador Vermelho Polêmica
Marcador Laranja  Adicionar

Meus Marcadores

Fechar



⇑ TOPO

 

 

 

Salvar Texto Selecionado


CONECTE-SE

Facebook
Twitter
E-mail

 



 

Copyright © Tecnolegis - 2010 - 2020 - Todos os direitos reservados.