ACESSE GRATUITAMENTE + DE 450.000 QUESTÕES DE CONCURSOS!

Informações da Prova Questões por Disciplina Downloads ANTAQ - Agência Nacional de Transportes Aquaviários - Analista Administrativo - Ciências Contábeis - CESPE - UnB - 2014 - Prova Objetiva

Alexandria

  	1 		Alexandria, no Egito, reinou quase absoluta como
		centro da cultura mundial no período do século III a.C. ao
		século IV d.C. Sua famosa Biblioteca continha praticamente
	4 	todo o saber da Antiguidade em cerca de 700.000 rolos de
		papiro e pergaminho e era frequentada pelos mais conspícuos
		sábios, poetas e matemáticos.
	7 		A Biblioteca de Alexandria estava muito próxima do
		que se entende hoje por Universidade. E faz-se apropriado o
		depoimento do insigne Carl B. Boyer, em A História da
	10 	Matemática: “A Universidade de Alexandria evidentemente
		não diferia muito de instituições modernas de cultura superior.
		Parte dos professores provavelmente se notabilizou na
	13 	pesquisa, outros eram melhores como administradores e outros
		ainda eram conhecidos pela sua capacidade de ensinar.”
			Em 47 a.C., envolvendo-se na disputa entre a
	16 	voluptuosa Cleópatra e seu irmão, o imperador Júlio César
		mandou incendiar a esquadra egípcia ancorada no porto de
		Alexandria. O fogo se propagou até as dependências da
	19 	Biblioteca, queimando cerca de 500.000 rolos.
			Em 640 d.C., o califa Omar ordenou que fossem
		queimados todos os livros da Biblioteca, utilizando o seguinte
	22 	o argumento: “ou os livros contêm o que está no Alcorão e são
		desnecessários ou contêm o oposto e não devemos lê-los.”
			A destruição da Biblioteca de Alexandria talvez tenha
	25 	representado o maior crime contra o saber em toda a história da
		humanidade.
			Se vivemos hoje a era do conhecimento é porque nos
	28 	alçamos em ombros de gigantes do passado. A Internet
		representa um poderoso agente de transformação do nosso
		modus vivendi et operandi.
	31 		É um marco histórico, um dos maiores fenômenos de
		comunicação e uma das mais democráticas formas de acesso ao
		saber e à pesquisa. Mas, como toda inovação, a Internet tem
	34 	potencial cuja dimensão não deve ser superdimensionada. Seu
		conteúdo é fragmentado, desordenado e, além disso, cerca de
		metade de seus bites é descartável.

				Jacir J. Venturi. Internet: <www.geometriaanalitica.com.br> (com adaptações).

Em relação ao texto acima, julgue o(s) item(ns) a seguir.

1 -

Não haveria prejuízo para a correção gramatical do texto caso a forma verbal ‘notabilizou’ (L.12) fosse flexionada no plural: notabilizaram.

Certa.
Errada.
2 -

O adjetivo “conspícuos” (L.5) poderia ser substituído, sem prejuízo do sentido do texto, por notáveis.

Certa.
Errada.
3 -

Nesse texto, que pode ser classificado como artigo de opinião, identificam-se trechos narrativos e dissertativos.

Certa.
Errada.
4 -

O último parágrafo do texto inicia-se com oração sem sujeito.

Certa.
Errada.
5 -

Estaria mantida a correção gramatical do trecho “a Internet tem potencial cuja dimensão não deve ser superdimensionada” (L. 33 e 34) caso se empregasse o artigo a antes do substantivo “dimensão”.

Certa.
Errada.

Conceito de mulher

	1 		A participação e o lugar da mulher na história foram
		negligenciados pelos historiadores e, por muito tempo, elas
		ficaram à sombra de um mundo dominado pelo gênero
	4 	masculino. Ao pensarmos o mundo medieval e o papel dessa
		mulher, o quadro de exclusão se agrava ainda mais, pois, além
		do silêncio que encontramos nas fontes de consulta, os textos,
	7 	que muito raramente tratam o mundo feminino, estão
		impregnados pela aversão dos religiosos da época por elas.
			Na Idade Média, a maioria das ideias e de conceitos
	10 	era elaborada pelos escolásticos. Tudo o que sabemos sobre as
		mulheres desse período saiu das mãos de homens da Igreja,
		pessoas que deveriam viver completamente longe delas. Muitos
	13 	clérigos consideravam-nas misteriosas, não compreendiam, por
		exemplo, como elas geravam a vida e curavam doenças
		utilizando ervas.
	16 		A mulher era considerada pelos clérigos um ser muito
		próximo da carne e dos sentidos e, por isso, uma pecadora em
		potencial. Afinal, todas elas descendiam de Eva, a culpada pela
	19 	queda do gênero humano. No início da Idade Média, a
		principal preocupação com as mulheres era mantê-las virgens
		e afastar os clérigos desses seres demoníacos que
	22 	personificavam a tentação. Dessa forma, a maior parte das
		autoridades eclesiásticas desse período via a mulher como
		portadora e disseminadora do mal.
	25 		Isso as tornava más por natureza e atraídas pelo vício.
		A partir do século XI, com a instituição do casamento pela
		Igreja, a maternidade e o papel da boa esposa passaram a ser
	28 	exaltados. Criou-se uma forma de salvação feminina a partir
		basicamente de três modelos femininos: Eva (a pecadora),
		Maria (o modelo de perfeição e santidade) e Maria Madalena
	31 	(a pecadora arrependida). O matrimônio vinha para saciar e
		controlar as pulsões femininas. No casamento, a mulher estaria
		restrita a um só parceiro, que tinha a função de dominá-la, de
	34 	educá-la e de fazer com que tivesse uma vida pura e casta.
			Essa falta de conhecimento da natureza feminina
		causava medo aos homens. Os religiosos se apoiavam no
	37 	pecado original de Eva para ligá-la à corporeidade e
		inferiorizá-la. Isso porque, conforme o texto bíblico, Eva foi
		criada da costela de Adão, sendo, por isso, dominada pelos
	40 	sentidos e os desejos da carne. Devido a essa visão,
		acreditava-se que ela fora criada com a única função de
		procriar.
	43 		Essa concepção de mulher, que foi construída através
		dos séculos, é anterior mesmo ao cristianismo. Foi assegurada
		por ele e se deu porque permitiu a manutenção dos homens no
	46 	poder; forneceu ao clero celibatário uma segurança baseada na
		distância e legitimou a submissão da ordem estabelecida pelos
		homens. Essa construção começou apenas a ruir, mas os
	49 	alicerces ainda estão bem fincados na nossa sociedade.

					Patrícia Barboza da Silva. Colunista do Brasil Escola. (com adaptações).

A respeito das ideias e de aspectos gramaticais do texto acima, julgue o(s) item(ns) seguinte(s).

6 -

O acento indicativo de crase em “à sombra” (L.3) poderia ser omitido sem prejuízo da correção gramatical do texto, visto que seu emprego é opcional no contexto em questão.

Certa.
Errada.
7 -

Na linha 45, o pronome “ele” e o sujeito da oração expressa pela forma verbal “permitiu” referem-se a “cristianismo” (L.44).

(Questão anulada)
Certa.
Errada.
8 -

No texto, defende-se a tese de que as mulheres, por serem descendentes de Eva, são pecadoras em potencial.

Certa.
Errada.
9 -

De acordo com o texto, a visão medieval em relação à mulher permanece até os dias atuais.

Certa.
Errada.
10 -

As vírgulas que isolam a oração “que muito raramente tratam o mundo feminino” (L.7) poderiam ser suprimidas, sem prejuízo do sentido original e da correção gramatical do texto.

Certa.
Errada.

« anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 próxima »

Marcadores

Marcador Verde Favorita
Marcador Azul Dúvida
Marcador Amarelo Acompanhar
Marcador Vermelho Polêmica
Marcador Laranja  Adicionar

Meus Marcadores

Fechar
⇑ TOPO
Salvar Texto Selecionado

CONECTE-SE

Facebook
Twitter
E-mail

Copyright © Tecnolegis - 2010 - 2019 - Todos os direitos reservados.