ACESSE GRATUITAMENTE + DE 290.000 QUESTÕES DE CONCURSOS!

Informações da Prova Questões por Disciplina Downloads Secretaria de Estado da Administração - Amapá - Fiscal da Receita Estadual - FGV - Fundação Getúlio Vargas - 2010 - 1.º Dia

O jeitinho brasileiro e o homem cordial

 

O jeitinho caracteriza-se como ferramenta típica de indivíduos de pouca influência social. Em nada se relaciona com um sentimento revolucionário, pois aqui não há o ânimo de se mudar o status quo. O que se busca é obter um rápido favor para si, às escondidas e sem chamar a atenção; por isso, o jeitinho pode ser também definido como "molejo", "jogo de cintura", habilidade de se "dar bem" em uma situação "apertada".

Sérgio Buarque de Holanda, em O Homem Cordial, fala sobre o brasileiro e uma característica presente no seu modo de ser: a cordialidade. Porém, cordial, ao contrário do que muitas pessoas pensam, vem da palavra latina cor, cordis, que significa coração. Portanto, o homem cordial não é uma pessoa gentil, mas aquele que age movido pela emoção no lugar da razão, não vê distinção entre o privado e o público, detesta formalidades, põe de lado a ética e a civilidade.

Em termos antropológicos, o jeitinho pode ser atribuído a um suposto caráter emocional do brasileiro, descrito como “o homem cordial” pelo antropólogo. No livro Raízes do Brasil, esse autor afirma que o indivíduo brasileiro teria desenvolvido uma histórica propensão à informalidade. Deve-se isso ao fato de as instituições brasileiras terem sido concebidas de forma coercitiva e unilateral, não havendo diálogo entre governantes e governados, mas apenas a imposição de uma lei e de uma ordem consideradas artificiais, quando não inconvenientes aos interesses das elites políticas e econômicas de então. Daí a grande tendência fratricida observada na época do Brasil Império, que é bem ilustrada pelos episódios conhecidos como Guerra dos Farrapos e Confederação do Equador.

Na vida cotidiana, tornava-se comum ignorar as leis em favor das amizades. Desmoralizadas, incapazes de se impor, as leis não tinham tanto valor quanto, por exemplo, a palavra de um “bom” amigo. Além disso, o fato de afastar as leis e seus castigos típicos era uma prova de boa-vontade e um gesto de confiança, o que favorecia boas relações de comércio e tráfico de influência. De acordo com testemunhos de comerciantes holandeses, era impossível fazer negócio com um brasileiro antes de fazer amizade com ele. Um adágio da época dizia que “aos inimigos, as leis; aos amigos, tudo”. A informalidade era – e ainda é – uma forma de se preservar o indivíduo.

Sérgio Buarque avisa, no entanto, que esta "cordialidade" não deve ser entendida como caráter pacífico. O brasileiro é capaz de guerrear e até mesmo destruir; no entanto, suas razões animosas serão sempre cordiais, ou seja, emocionais.

(In: www.wikipedia.org - com adaptações.)

 

1 -

De acordo com o texto, é incorreto afirmar que:

a) o jeitinho brasileiro é um comportamento típico de indivíduos de pouca influência social e avessos a formalidades.
b) a instituição do jeitinho tem origem, segundo os antropólogos, no comprovado caráter emocional do brasileiro.
c) a imposição de leis e de ordens tidas como artificiais pode explicar a propensão do brasileiro para driblar normas.
d) na sociedade colonial, era comum observar que o brasileiro tendia a valorizar a amizade em detrimento da própria lei.
e) o indivíduo que utiliza a ferramenta do jeitinho age por emoção, ignorando os limites entre as esferas pública e privada.
2 -

Com relação à estruturação do texto e dos parágrafos, analise as afirmativas a seguir:

I. O segundo parágrafo introduz o tema, discorrendo sobre a origem etimológica de jeitinho.

II. O quarto parágrafo apresenta um fato que busca explicar a disposição para a informalidade nas relações comerciais.

III. O quinto parágrafo esclarece as diferenças entre as noções de cordialidade e passividade, que não são sinônimas.

Assinale:

a) se somente a afirmativa I está correta.
b) se somente a afirmativa II está correta.
c) se somente a afirmativa III está correta.
d) se somente as afirmativas II e III estão corretas.
e) se todas as afirmativas estão corretas.
3 -

Deve-se isso ao fato de as instituições brasileiras terem sido concebidas de forma coercitiva e unilateral, não havendo diálogo entre governantes e governados, mas apenas a imposição de uma lei e de uma ordem consideradas artificiais, quando não inconvenientes aos interesses das elites políticas e econômicas de então.

A respeito do uso do vocábulo quando no fragmento acima, pode-se afirmar que se trata de uma conjunção:

a) subordinativa com valor semântico de condição.
b) coordenativa com valor semântico de tempo.
c) coordenativa com valor semântico de finalidade.
d) subordinativa com valor semântico de concessão.
e) coordenativa com valor semântico de explicação.
4 -

Assinale a alternativa que complete corretamente as lacunas do fragmento a seguir:

_____ que _____ ao mínimo as exigências de documentos autenticados para compra e venda de imóveis.

a) Foi divulgado – seria reduzida.
b) Foi divulgada – seria reduzidas.
c) Foi divulgado – seria reduzido.
d) Foi divulgada – seriam reduzida.
e) Foi divulgado – seriam reduzidas.
5 -

Em termos antropológicos, o jeitinho pode ser atribuído a um suposto caráter emocional do brasileiro / o que favorecia boas relações de comércio e tráfico de influência.

Quanto ao emprego de pronomes pessoais, os trechos sublinhados foram corretamente reescritos em:

a) pode ser-lhes atribuído / as favorecia.
b) pode ser a ele atribuído / lhes favorecia.
c) pode ser atribuído a ele / as favorecia.
d) pode-o ser atribuído / as favorecia.
e) pode sê-lo atribuído / lhes favorecia.
6 -

Deve-se isso ao fato de as instituições brasileiras terem sido concebidas de forma coercitiva e unilateral.

Tem significação oposta à do termo sublinhado o vocábulo:

a) licenciosa.
b) tirana.
c) normativa.
d) proibitiva.
e) repressora.
7 -

O emprego correto da vírgula verifica-se apenas na frase:

a) Quando as instituições falham o cidadão que é sempre o maior prejudicado, perde, pois deixa de ter garantidos os caminhos legais para o amplo exercício da cidadania.
b) A democracia brasileira embora já esteja consolidada, é recente pois o país viveu um longo período sob comando de dirigentes não escolhidos por eleições diretas.
c) A lei determina que, todos os cidadãos, independentemente de sua condição social, têm direito à educação gratuita e de qualidade em todos os níveis, mas nem todos podem usufruir desse direito.
d) O jeitinho, fenômeno generalizado no Brasil, dificilmente é avaliado como dano social, isto é, quase nunca é associado a comportamentos que podem ferir interesses coletivos.
e) Terminado o debate foi a vez de todos se confraternizarem numa agradável parada para o cafezinho, que já se encontra na lista das instituições nacionais.
8 -

Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do fragmento a seguir:

O texto refere-se ______ teses antropológicas, cujos temas interessam ______ todos que se dispuserem ______ investigar a história do jeitinho brasileiro.

a) as – à – à.
b) às– a – à.
c) às – a – a.
d) as – à – a.
e) às – à – a.
9 -

De acordo com a norma padrão, o pronome relativo está corretamente empregado apenas na seguinte alternativa:

a) essas são algumas ideias por cujos os ensinamentos procuro me guiar.
b) aquelas são as mais antigas histórias de comércio as quais se tem memória.
c) apresentou um projeto que a principal filosofia dele é a democratização do saber.
d) o comportamento ético por que um povo se orienta define seu caráter.
e) o filósofo onde me refiro defendeu tese recentemente.
10 -

Assinale a alternativa que apresenta uma concordância nominal incorreta.

a) Persistência é necessário à obtenção de resultados positivos na carreira profissional.
b) As questões definidas serão bastantes para a arguição do doutorando.
c) Vão incluídos na pasta do congressista a programação e o mapa dos locais dos eventos.
d) Consideraram-se satisfatórios os resumos encaminhados à organização do simpósio.
e) Anexo à tese vão as cópias dos documentos históricos referidos no artigo.

« anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 próxima »

Marcadores

Marcador Verde Favorita
Marcador Azul Dúvida
Marcador Amarelo Acompanhar
Marcador Vermelho Polêmica
Marcador Laranja  Adicionar

Meus Marcadores

Fechar
⇑ TOPO
Salvar Texto Selecionado

CONECTE-SE

Facebook
Twitter
E-mail

Copyright © Tecnolegis - 2010 - 2019 - Todos os direitos reservados.