ACESSE GRATUITAMENTE + DE 290.000 QUESTÕES DE CONCURSOS!

Informações da Prova Questões por Disciplina Downloads Ministério Público Estadual - Piauí - Analista Ministerial - Controle Interno - CESPE - UnB - 2012 - Prova Objetiva

Nosso cérebro chegou ao limite

1                  Nossa espécie passou os últimos 150 mil anos
          melhorando o cérebro. Mas uma pesquisa recém-publicada por
          uma equipe da Universidade de Cambridge reforçou uma tese
4        recorrente na neurociência: a de que nossa inteligência chegou
          a seu limite. Os estudos ainda devem prosseguir para
          confirmá-la, mas esse trabalho, somado aos que vinham sendo
7        realizados nos últimos anos, não deixa margem para muitas dúvidas.
                    Se evoluísse ainda mais, nosso sistema nervoso
          passaria a consumir energia e oxigênio a tal ponto que
10     atrapalharia o funcionamento do resto do organismo — e isso
          nunca vai acontecer porque nos inviabilizaria como espécie.
          Depois de uma longa evolução, nos últimos duzentos anos
13     chegamos ao limite da inteligência.
                    Existe no nosso corpo uma espécie de balança
          comercial de energia. O custo mínimo não nos deixa muito
16      inteligentes, enquanto o investimento máximo custa caro
          demais para o organismo. Em nossa história evolutiva,
          caminhamos para melhorar nossas conexões cerebrais, mas há
19      um momento em que o custo para manter o sistema nervoso
          causaria uma pane nos outros órgãos, ou seja: chegamos a um
          ponto em que ser ainda mais esperto significa ter um organismo
22     que vai funcionar mal.

Ed Bullmore. Nosso cérebro chegou ao limite. In: Galileu.
Internet: <http://revistagalileu.globo.com> (com adaptações).

1 -

Acerca dos aspectos linguísticos e dos sentidos do texto acima, julgue o(s) item(ns) a seguir.

No trecho "somado aos que vinham sendo realizados nos últimos anos" (l.6-7), o elemento "aos" poderia ser corretamente substituído por àqueles.

Certa.
Errada.
2 -

Acerca dos aspectos linguísticos e dos sentidos do texto acima, julgue o(s) item(ns) a seguir.

De acordo com a ortografia oficial vigente, o vocábulo "órgãos" (l.20) segue a mesma regra de acentuação que o vocábulo "últimos" (l.12).

Certa.
Errada.
3 -

Acerca dos aspectos linguísticos e dos sentidos do texto acima, julgue o(s) item(ns) a seguir.

Preserva-se a correção gramatical do texto ao se substituírem os dois-pontos, após a expressão "ou seja" (l.20), por vírgula.

Certa.
Errada.
4 -

Acerca dos aspectos linguísticos e dos sentidos do texto acima, julgue o(s) item(ns) a seguir.

Segundo o texto, estudos mostram que, após duzentos anos de evolução, o cérebro do ser humano e, consequentemente, sua inteligência pararam de se desenvolver.

Certa.
Errada.
5 -

Acerca dos aspectos linguísticos e dos sentidos do texto acima, julgue o(s) item(ns) a seguir.

O vocábulo "espécie" está sendo empregado, em ambas as ocorrências, nas linhas 1 e 11, na acepção de variedade, tipo.

Certa.
Errada.

Canadense prova que comunicação em alto mar é eficaz

1                  Na era das redes sociais, algumas formas de
          comunicação arcaicas ainda dão resultado. O canadense Harold
          Hackett que o diga. Morador da Ilha Príncipe Eduardo, uma
4        das dez províncias do Canadá, ele enviou mais de 4.800
          mensagens em uma garrafa e recebeu 3.100 respostas de
          pessoas de várias partes do mundo. De acordo com a BBC, o
7        canadense envia as mensagens desde 1996.
                    O seu método é simples. Harold utiliza garrafas de
          suco de laranja e se certifica de que as mensagens estão com
10     data. Antes de enviá-las, checa o sentido dos ventos — que
          devem rumar de preferência para oeste ou sudoeste. Algumas
          cartas demoraram 13 anos para voltar para ele.
13               As respostas vieram de regiões como África, Rússia,
          Holanda, Reino Unido, França, Irlanda e Estados Unidos da
          América. Ele acabou fazendo amigos com as mensagens,
16     criando “vínculos” — recebeu até presentes e cartões de Natal.
                    O canadense diz que continua adorando se comunicar
          dessa maneira e afirma que o método chega a ser, muitas vezes,
19     mais “eficaz” do que a comunicação por Facebook e Twitter.
                    Intencionalmente, nunca coloca o número de telefone
          nas mensagens, para recebê-las de volta da mesma maneira.

Amanda Camasmie. Canadense prova que comunicação em alto mar é eficaz. In:
Época Negócios. Internet: <http://colunas.epocanegocios.globo.com> (com adaptações).

6 -

Com referência ao texto acima, julgue o(s) próximo(s) item(ns).

Depreende-se do texto que enviar mensagens por meio de garrafas pode ser mais eficaz do que as enviar pelas redes sociais, porque remete a tempos antigos, trazendo à tona sentimentos mais primitivos de pertencimento.

Certa.
Errada.
7 -

Com referência ao texto acima, julgue o(s) próximo(s) item(ns).

A forma pronominal "las", em "enviá-las" (l.10), pode fazer referência tanto ao termo "garrafas" (l.8) quanto ao termo "mensagens" (l.9).

Certa.
Errada.
8 -

Com referência ao texto acima, julgue o(s) próximo(s) item(ns).

O texto apresenta características narrativas e dissertativas.

Certa.
Errada.
9 -

Com referência ao texto acima, julgue o(s) próximo(s) item(ns).

Na expressão "que o diga" (l.3), o termo "o" refere-se à ideia expressa no período anterior.

Certa.
Errada.
10 -

Com referência ao texto acima, julgue o(s) próximo(s) item(ns).

As aspas foram empregadas no vocábulo "vínculos" (l.16) para indicar que esse vocábulo foi utilizado no texto de forma irônica.

Certa.
Errada.

« anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 próxima »

Marcadores

Marcador Verde Favorita
Marcador Azul Dúvida
Marcador Amarelo Acompanhar
Marcador Vermelho Polêmica
Marcador Laranja  Adicionar

Meus Marcadores

Fechar
⇑ TOPO
Salvar Texto Selecionado

CONECTE-SE

Facebook
Twitter
E-mail

Copyright © Tecnolegis - 2010 - 2019 - Todos os direitos reservados.