ACESSE GRATUITAMENTE + DE 450.000 QUESTÕES DE CONCURSOS!

Informações da Prova Questões por Disciplina Downloads TRT - 5.ª Região - Analista Judiciário - Administrativa - CESPE - UnB - 2008

Os Aldrovandos Cantagalos e o preconceito linguístico

1    A realidade é constitutivamente heterogênea. Nela,

      coexistem vários povos, diversas orientações sexuais,

      diferentes culturas, muitos modos de falar etc. No entanto,

4    observa-se que uma das dificuldades da vida social é a

      aceitação da diferença. Os preconceitos aparecem quando se

      considera uma especificidade como toda uma realidade ou

7    como elemento superior a todos os outros. Nesse caso, tudo

      o que é diferente é visto seja como inexistente, seja como

      inferior, feio, errado. A raiz do preconceito está na rejeição

10   da alteridade ou na consideração das diferenças como

      patologia, erro, vício etc.

      Apesar da dificuldade de eliminar os preconceitos,

13   nossa época caracteriza-se por um esforço para vencê-los.

      Assim, começa a existir a consciência de que a diversidade

      étnica, cultural, de gênero ou de orientação sexual não

16   constitui uma aberração, mas é, antes, parte integrante da

      vida do homem em sociedade e, como tal, deve ser

      respeitada. Há, no entanto, um preconceito que parece ser

19   mais resistente do que os outros, o linguístico.

 

J. L. Fiorin. Os Aldrovandos Cantagalos e o preconceito linguístico.

In: Fábio Lopes da Silva e Heronides M. de M. Moura. O direito

à fala. Florianópolis: Insular, p. 23-4 (com adaptações).

 

1 -

Com base na organização do texto acima, julgue o(s) item(ns):

Preservam-se a correção gramatical do texto e as relações semânticas do período, reforçando-se a idéia de variedade, ao se substituir “vários povos” (L.2) por grande variedade de povos.

Certa.
Errada.
2 -

Com base na organização do texto acima, julgue o(s) item(ns):

O respeito às regras da norma culta, requisito da redação de documentos oficiais, exigiria que a contração em “das dificuldades” (L.4) fosse desfeita, grafando-se de as dificuldades, se o período em que ocorre esse termo constasse de um texto oficial.

Certa.
Errada.
3 -

Com base na organização do texto acima, julgue o(s) item(ns):

Respeitam-se as regras gramaticais e torna-se a argumentação mais clara ao se inserir a expressão verbal se fosse imediatamente antes de “toda” (L.6).

Certa.
Errada.
4 -

Com base na organização do texto acima, julgue o(s) item(ns):

As relações de sentido entre os termos do período em que ocorre a enumeração “inferior, feio, errado” (L.9) indicam que a conjunção ou é adequada para substituir correta e coerentemente a vírgula antes do último termo.

Certa.
Errada.
5 -

Com base na organização do texto acima, julgue o(s) item(ns):

Mantêm-se tanto a coerência entre os argumentos quanto a correção gramatical ao se reescrever o trecho: “Apesar da dificuldade de eliminar” (L.12) da seguinte forma: Mas, apesar da dificuldade para se eliminar.

Certa.
Errada.
6 -

Com base na organização do texto acima, julgue o(s) item(ns):

As regras gramaticais da língua culta exigem que qualquer oração complementando o nome “consciência” seja iniciada pela preposição “de”, como ocorre na linha 14 do texto; mas, se o complemento for apenas um nome, como, por exemplo, o pronome isso, a preposição deve ser omitida.

Certa.
Errada.
7 -

Com base na organização do texto acima, julgue o(s) item(ns):

Infere-se da argumentação do texto que, apesar de “aberração” (L.16), o preconceito de etnia, de orientação sexual ou de modo de falar é constitutivo da realidade.

Certa.
Errada.
8 -

Com base na organização do texto acima, julgue o(s) item(ns):

A vírgula antes do termo “o linguístico” (L.19) tem a função de marcar um verbo subentendido; mesmo papel que desempenha no seguinte exemplo: A formiga é trabalhadora; a cigarra, cantora.

Certa.
Errada.

Reflexões sobre preconceito - em busca de relações mais humanas

1    O preconceito apresenta-se como construção
      enviesada do outro (nesse caso, outro ser humano, grupo ou
      sociedade), não baseada em princípios reais, mas na
4    configuração de uma relação na qual sujeito e objeto dessa
      relação estão dissociados e as determinações do sujeito
      frente ao objeto dessa relação são autoritárias, unilaterais e
7    não passíveis de serem transformadas por esse outro. Nesse
      tipo de relação, sujeito e objeto encontram-se cindidos, assim
      como o homem, de suas relações sociais. O preconceito é
10  constituído nas mediações da subjetividade e das relações
      sociais e, portanto, tanto o estudo desse tema como sua
     transformação são extensos, complexos e envolvem uma
13  variedade de fatores que devem ser analisados, mesmo nas
     manifestações mais subjetivas e específicas de preconceito.


Mônica Mastrantonio Martins. Reflexões sobre preconceito - em busca de relações
mais humanas.
In: Interação, Curitiba, 1998, p. 9-27 (com adaptações).

9 -

A respeito da organização das idéias do texto acima, julgue o(s) item(ns):

A argumentação do texto associa preconceito a uma relação autoritária de um sujeito frente a um objeto, considerado outro, em posição mais frágil na relação social.

Certa.
Errada.
10 -

A respeito da organização das idéias do texto acima, julgue o(s) item(ns):

No início do texto, a substituição dos parênteses por travessões ou por duas vírgulas preserva a coerência textual e respeita as regras de pontuação da norma padrão da língua portuguesa; mas, para evitar duas vírgulas, ao final da inserção, uma solução respaldada na gramática é inserir uma vírgula no lugar do primeiro sinal de parêntese e um travessão no lugar do segundo.

Certa.
Errada.

« anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 próxima »

Marcadores

Marcador Verde Favorita
Marcador Azul Dúvida
Marcador Amarelo Acompanhar
Marcador Vermelho Polêmica
Marcador Laranja  Adicionar

Meus Marcadores

Fechar
⇑ TOPO
Salvar Texto Selecionado

CONECTE-SE

Facebook
Twitter
E-mail

Copyright © Tecnolegis - 2010 - 2019 - Todos os direitos reservados.